Sol descalço

Disponibilidade: Sem estoque

R$20,00

Sol descalço

Sinopse

Em seu livro de estreia, Sol descalço (2004), o poeta Carlos Cardoso dialoga diretamente com a produção do surrealismo na literatura brasileira, que tem Murilo Mendes e Jorge de Lima como maiores representantes. Na busca por sua voz, Carlos Cardoso apresenta uma expressão poética autêntica, como afirma Afonso Henriques Neto no texto de apresentação. Seus versos, ao longo do percurso, indicam a construção de um corpus poético introspectivo, com instantes luminosos, que conduzem o leitor a ampliar o olhar fora do cotidiano ordinário, focando a atenção para além do lugar comum. Um trabalho marcado por versos reflexivos, através da conversa intertextual com pares: Gilberto Mendonça Teles e Eucanaã Ferraz, poetas cujo o cuidado com a linguagem é condição primordial para construção dos versos.

Áudio

Em Sol descalço,  a poesia é conduzida através do ritmo caudaloso das imagens. Neste livro de estreia de Carlos Eduardo Cardoso, os versos se destacam pelo vigor  e pela força de imagens e metáforas, numa equilíbrio entre a explosão lírica com a originalidade de expressão. Uma poesia de índole metafórica e beleza alucinatória, marcada em cada verso por uma voz que se arrisca no salto poético – uma voz autêntica.

Informação Adicional

Número de páginas 60
Ano 2004
Formato 13x20
Edição Não
Número da revista Não
ISBN 85-7577-139-6