Salgado Maranhão

Autor

Sobre o autor

Salgado Maranhão (José Salgado Santos) nasceu no povoado Canabrava das Moças, município de Caxias, no estado do Maranhão; filho da camponesa Raimunda Salgado dos Santos e do comerciante Moacyr dos Santos Costa. Mudou-se para o Rio de Janeiro em 1973 (tendo antes vivido em Teresina e nesta cidade iniciado sua vida literária), onde estudou Comunicação Social, na Pontifícia Universidade Católica (PUC), e Letras na Santa Úrsula (sem concluir). É poeta, jornalista, compositor (letrista) e consultor cultural. Seus primeiros poemas forem editados na antologia Ebulição da escrivatura (Civilização Brasileira, 1978). Posteriormente, publicou os seguintes livros: Aboio - ou saga do nordestino em busca da terra prometida (Corisco, 1984); Punhos da serpente (Achiamé, 1989); Palávrora (7Letras, 1995); O beijo da fera (7Letras, 1996); Mural de ventos (José Olympio, 1998); Sol sanguíneo (Imago, 2002); Solo de gaveta (Sescrio. Som, 2005); A pelagem da tigra (Booklink, 2009); e A cor da palavra (Imago/Fundação Biblioteca Nacional, 2010). Ganhou vários Prêmios, entre os quais, o Jabuti, em 1999, com o livro Mural de ventos, e o Prêmio de Poesia da Academia Brasileira de Letras, em 2011, com o livro A cor da palavra. Seus poemas estão traduzidos em inglês, italiano, francês, alemão, sueco, hebraico e esperanto. Como compositor, tem gravações e parcerias com grandes nomes da MPB, como Alcione, Elba Ramalho, Dominguinhos, Paulinho da Viola, Ivan Lins, Zizi Possi, Ney Matogrosso, Elton Medeiros, Rita Ribeiro, Zé Renato, Selma Reis, Rosa Maria, Xangai, Vital Farias, Zé Américo Bastos, Moacyr Luz, Amélia Rabelo, Carlos Pitta, Gereba, Mirabô Dantas, Wagner Guimarães e Naeno.

Livros do autor

O mapa da triboPoesia
Ópera de nãos Semifinalista do Prêmio Oceanos e Finalista do Prêmio JabutiPoesia
Avessos avulsosPoesia