Mário Sá-Carneiro

Autor

Sobre o autor

Mário de Sá-Carneiro nasceu em Lisboa, em 1890. Poeta, contista e ficcionista português, foi um dos grandes expoentes do Modernismo em Portugal e um dos mais respeitados membros da Geração d’Orpheu. Viveu parte de sua vida em Paris, onde se suicidou, em 1916. Publicou Princípio (1912), A Confissão de Lúcio (1913), Dispersão (1914), Céu em Fogo (1915) e, postumamente, Indícios de Oiro (1937). Sua correspondência com Fernando Pessoa, Luís de Montalvor, Cândida Ramos, Alfredo Guisado e José Pacheco também viriam a ser editadas entre as décadas de 1960 e 1980.

Livros do autor

A estranha morte do Professor AntenaContos