Poesia pode ser que seja fazer outro mundo: uma homenagem ao centenário de Manoel de Barros

Elton Luiz Leite de Souza

Organizador

Crítica literária

Disponibilidade: Em estoque

R$49,00

Poesia pode ser que seja fazer outro mundo: uma homenagem ao centenário de Manoel de Barros

Sinopse

Nesta bela homenagem ao centenário de Manoel de Barros, nove estudiosos do autor mato-grossense analisam e relembram o melhor de sua obra poética ímpar e atemporal. Estilo, léxico, temáticas principais: são muitos os ângulos explorados neste mundo criado pela linguagem barreana. Confirmando a potência do autor, Paulo Vasconcelos observa que “Manoel tinha um poder de atravessar o erudito e o popular, ir de Heidegger e emendar com as formas dos Bugres. O poeta aponta o logos frágil do homem e assim sua salvação é a criação, como interconexão com o existir, sem comer apenas o utilitário cariado pelo consumo”, o que torna esta obra indispensável para os leitores que quiserem conhecer Manoel de Barros mais a fundo.

Informação Adicional

Número de páginas 136
Ano 2018
Formato 15,5x23cm
Edição 1ª edição
Número da revista
ISBN 978-85-421-0624-4