"Santo forte" visto por

Disponibilidade: Em estoque

R$35,00

"Santo forte" visto por

Sinopse

Santo forte, de 1999, é considerado pelos autores deste livro um marco do movimento cada vez mais intimista do cinema de Eduardo Coutinho. Para Ruben Caixeta de Queiroz, o filme “conta a ‘verdade’ que não está inscrita em textos ou instituições religiosas, mas no interior e na história de vida particular de cada pessoa que vive a religião”. Além de atrelar a experiência cinematográfica de Coutinho ao “risco do real”, de Jean-Louis Comolli, Queiroz discute padrões de enunciação e o método cinematográfico coutiniano, trazendo ainda à tona diferenciações entre documentário e jornalismo, uma das grandes demandas do documentarista. Parceira de Coutinho em diversos trabalhos, Beth Formaggini compartilha com o leitor impressões, conversas e gravações travadas ao longo do tempo. A autora enfatiza procedimentos cinematográficos que evidenciam a estética do diretor, a partir de Santo forte, como, por exemplo, o princípio de “não cortar, não interromper, não mover a câmera”, e o critério segundo o qual o entrevistado preenche o vazio do entrevistador. Com isso, compreendemos que, somente a partir das crenças dos personagens, Eduardo Coutinho passava a crer em seu filme e em si próprio.

Informação Adicional

Número de páginas 92
Ano 2017
Formato 12x18cm
Edição 1ª edição
Número da revista -
ISBN 978-85-421-0627-5